Texto Completo


Força Sindical e UGT confirmam participação em atos do dia 30
Fonte : Portal Vermelho
"É muito importante que os trabalhadores de todas as entidades filiadas intensifiquem esta luta, cruzando os braços e realizando manifestações em repúdio aos textos apresentados sobre as reformas", diz trecho da nota divulgada nesta sexta-feira (23) pela Força Sindical reafirmando a participação nos atos do dia 30 contra as reformas. A União Geral dos Trabalhadores também confirmou presença e desmentiu notícia da Revista Època.

"A notícia publicada no Fake News da Revista Época nesta quinta-feira (22) é inverídica. Unidos nós somos fortes. Por esse motivo é comum, nesse momento, tentar desorganizar o movimento conjunto das centrais contra as Reformas Trabalhista e Previdenciária".

Confira abaixo as notas da UGT e Força Sindical confirmando participação nos protestos do dia 30 de junho contra as reformas trabalhista e previdenciária:

Nota da UGT: Notícia do Fake News da Revista Época é inveridica

22/06/2017

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) em momento algum desistiu da greve geral do dia 30 de junho. A notícia publicada no Fake News da Revista Época nesta quinta-feira (22) é inverídica. Unidos nós somos fortes. Por esse motivo é comum, nesse momento, tentar desorganizar o movimento conjunto das centrais contra as Reformas Trabalhista e Previdenciária.


NOTA DA FORÇA SINDICAL

A Força Sindical vem a público orientar suas entidades filiadas – sindicatos, federações e confederações – a realizarem, no próximo dia 30, sexta-feira, atos, manifestações e paralisações em suas bases.

Nossa intenção é protestar por mudanças nas reformas trabalhista e da Previdência Social elaboradas pelo governo, de modo que elas deixem de suprimir direitos sociais e não penalizem os trabalhadores que tanto fizeram e fazem pelo desenvolvimento do País.

É muito importante que os trabalhadores de todas as entidades filiadas intensifiquem esta luta, cruzando os braços e realizando manifestações em repúdio aos textos apresentados sobre as reformas. Nosso objetivo é pressionar o governo e sensibilizar os parlamentares e a sociedade quanto à importância de manter os direitos sociais duramente conquistados.

Também é fundamental estarmos presentes em Brasília, em contato com os deputados e senadores, no momento da votação da reforma na Comissão de Constituição, Justiça.

Estamos certos de que unidade de ação é crucial na luta sindical, sobretudo em momentos conturbados como este que atravessamos.

Hoje, dia 23 de junho de 2017, às 14:30, na sede do Dieese, as centrais sindicais se reunirão para tomar uma decisão sobre a condução de nossas próximas ações.

São Paulo, 22 de junho de 2017

Paulo Pereira da Silva (Paulinho da Força)
Presidente da Força Sindical

João Carlos Gonçalves (Juruna)
Secretário Geral da Força Sindical
Data de publicação : sexta-feira, 23 de junho de 2017

 

    ©2010 Krassine Soares Pinheiro Filho   -   Administrador