Texto Completo


UMA GESTÃO DA MÃO DE OBRA AVULSA NACIONAL
Fonte : Andréa Margon

A Intermodal 2016 encerrou na quinta-feira (07). Mas, no dia 06 de abril, a ala dos trabalhadores portuários do país teve voz. No painel "Relação Capital – Trabalho Portuário do Brasil – Harmonização às normas internacionais - Convenção 137 e à Recomendação OIT nº 145", as três federações (FNE, FNP e Fenccovib) puderam apresentar suas ideias. A principal, segundo José Adilson Pereira (*), representando a Federação dos Estivadores, foi a de tercer, nacionalmente, parâmetros para a gestão da mão de obra portuária.

:: Clique aqui para ler a matéria completa
Data de publicação : quarta-feira, 13 de abril de 2016

 

    ©2010 Krassine Soares Pinheiro Filho   -   Administrador