Texto Completo


Investimentos privados em portos do Brasil
Fonte : Portogente

O ministro-chefe da Secretaria de Portos, Edinho Araújo, participou, no dia 16 último, da 7ª Reunião da CAN - Comissão de Alto Nível Brasil-Rússia, em Moscou. Durante o pronunciamento o ministro destacou às autoridades russas e empresários que o Brasil está aberto para receber investimentos no setor portuário do País.

A Comissão de Alto Nível foi aberta oficialmente pelo vice-presidente Michel Temer e pelo primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Medvedev. Criada em 1997, a Comissão de Alto Nível é a mais alta instância de negociação entre os dois países. No encontro desta quarta-feira foram tratados assuntos de cooperação econômico-comercial. Além de portos, foram discutidos temas como energia, defesa, agropecuária, ciência e tecnologia e espacial.

A Missão Oficial do Brasil na Rússia é liderada pelo vice-presidente Michel Temer e conta também com as presenças dos ministros Eduardo Braga (Minas e Energia), Henrique Eduardo Alves (Turismo), Helder Barbalho (Pesca) e Eliseu Padilha (Aviação Civil).

Polônia

Nesta quinta-feira (17/9) a delegação brasileira estará em Varsóvia, na Polônia. O vice-presidente Michel Temer e a comitiva de ministros participam de encontros com políticos e entidades empresariais.

Pronunciamentos

Confira o pronunciamento do ministro Edinho Araújo na 7ª Reunião da Comissão de Alto Nível Brasil-Rússia nesta quarta-feira:

“Apesar das conhecidas instabilidades atualmente existentes no cenário econômico internacional, o setor portuário brasileiro passa por importante processo de modernização e expansão. Nos últimos 20 anos, o setor portuário brasileiro apresentou um firme crescimento médio anual de 5% na sua movimentação de cargas. Pelos portos brasileiros, transitam 95% do comércio exterior do Brasil. Em 1995, o Brasil movimentava pelos seus portos e terminais privados algo em torno dos 385 milhões de toneladas de carga. Neste ano ultrapassaremos a marca do 1 bilhão de toneladas.

Para viabilizar o escoamento crescente de cargas (minério de ferro, complexo de soja, carnes, produtos manufaturados etc), a Secretaria de Portos da Presidência da República lançou este ano o Programa de Expansão de Novos Terminais Públicos e Privados com uma perspectiva de investimentos de cerca de US$ 10 bilhões para os próximos anos.

A Secretaria de Portos terá imensa satisfação em fornecer aos interessados todas as informações necessárias para fomentar a celebração de parcerias que viabilizem a participação de investidores russos nos empreendimentos portuários no Brasil.

Estive ontem como vice-primeiro-ministro para a área de infraestrutura, Victor Olersky, que me relatou do interesse de empresas russas participarem do pacote de licitações que lançamos. São grandes “players”, por exemplo, do setor de fertilizantes, já presentes na América do Sul e que querem investir em sua cadeia de abastecimento.

Após contatos com bancos de investimentos, empresários do setor e, ontem à tarde, em audiência com o Primeiro Vice-Ministro de Infraestrutura da Rússia, recebemos a alvissareira notícia de um enorme interesse no curto prazo por parte de grupos empresariais russos dispostos a investir no Brasil. Voltamos, portanto, mais otimistas do que chegamos em relação ao programa de arrendamentos e concessões portuárias no Brasil.

Nesse contexto, convido a comunidade de negócios da amiga República da Rússia a que se una ao Brasil neste esforço de modernização e melhoria da infraestrutura portuária pública e privada do Brasil, aproveitando as muitas oportunidades de negócios que se apresentam para este e os próximos anos, contribuindo ao mesmo tempo para a expansão do comércio exterior bilateral e para a obtenção de benefícios mútuos e estreitar a relação entre os dois países.
Muito obrigado.”

Ministro Edinho Araújo
Data de publicação : terça-feira, 22 de setembro de 2015

 

    ©2010 Krassine Soares Pinheiro Filho   -   Administrador