Texto Completo


Riquezas dos portos
Fonte : Portogente

Em reunião da Comissão Geral da Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (6/8), o ministro de Portos, Edinho Araújo, afirmou um terço do PIB da América Latina vem do comércio exterior e passa pelos portos (17% de exportações e 16% de importações). “Daí a importância dos portos nas cadeias produtiva e logística, na criação de empregos e arrecadação de impostos e contribuições não fiscais. A cada 1 milhão de dólares produzido por um porto, até 3,5 milhões de dólares são gerados na sua área de influência imediata. E para cada 100 empregos diretos criados num porto, outros 500 são gerados na sua área de influência”, destacou.

Araújo atribuiu a movimentação recorde dos portos brasileiros, no primeiro semestre deste ano, especialmente os de Santos, Paranaguá, Rio Grande do Norte, Espírito Santo e Bahia, à manutenção da profundidade dos acessos aos portos públicos, que é de responsabilidade do ministério. “O investimento em dragagem é permanente, para manter as condições ideais de atracação. Este ano a Secretaria de Portos realizou licitações para dragagem em portos públicos, com expectativa de investimento de mais de R$ 1,5 bilhão”.

Para ele, o novo marco legal do setor (Lei nº 12.815/2013), permitiu a liberação de 45 empreendimentos privados – compreendendo terminais de uso privado, expansões, prorrogações de contratos e novos arrendamentos - gerando investimentos de R$ 11,6 bilhão.

A autoridade também falou sobre o potencial com o Programa de Investimentos em Logística (PIL): “Nossa expectativa é atrair investimentos totais de R$ 37,4 bilhões até 2018. Estão previstos 50 novos arrendamentos, no valor de R$ 11,9 bilhões, 66 novos TUPs com investimento de R$ 14,7 bilhões e 24 renovações de arrendamentos no valor de R$ 10,8 bilhões.”
Data de publicação : sexta-feira, 7 de agosto de 2015

 

    ©2010 Krassine Soares Pinheiro Filho   -   Administrador