Texto Completo


VALE EMBARCA 27, 5 MI TONELADAS DE MINÉRIO NO ES E REGISTRA LUCRO DE R$ 5,14 BILHÕES
Fonte : Folha Vitória

A Vale anunciou na manhã de ontem, quinta-feira (30), que teve lucro líquido de R$ 5,144 bilhões no segundo trimestre de 2015, o que representa um avanço de 61,4% na comparação anual. Só no Espírito Santo, pelo Porto de Tubarão, a Vale embarcou 27,5 milhões de toneladas de minério de ferro, entre abril e junho de 2015, 13% acima do trimestre anterior.

No semestre, o volume embarcado foi de 51,9 milhões de toneladas. Já a Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) movimentou 37,3 milhões de toneladas no segundo trimestre.

Nos primeiros seis meses do ano, o transporte de minério de ferro e carga geral (aço, grãos, carvão, fertilizantes, entre outros) chegou a 71,5 milhões de toneladas, 3% a mais do que os 69,5 milhões registrados nos seis primeiros meses do ano passado.

Minério de ferro
A Vale atingiu 85,3 milhões de toneladas (Mt) de produção de minério de ferro no segundo trimestre de 2015 - excluindo o minério de ferro adquirido de terceiros e a produção atribuível à Samarco -, representando a segunda maior produção trimestral da história da companhia e a maior produção para um segundo trimestre. A produção de minério no primeiro semestre de 2015 alcançou um novo recorde de 159,8 Mt, ficando 9,3 Mt acima do registrado em igual período do ano anterior.

A produção total de pelotas da Vale atingiu 12,2 Mt no segundo trimestre deste ano - já excluindo a produção atribuível à Samarco, de 3,6 Mt -, um recorde histórico. A produção das plantas operacionais de Tubarão alcançou 7,2 Mt no segundo trimestre deste ano, em linha com o primeiro trimestre de 2015. No primeiro semestre a produção das usinas localizadas no Estado foi de 14,3 Mt de pelotas.

Para suportar as operações locais, a Vale desembolsou (entre custeio e investimento) US$ 324,3 milhões no Espírito Santo no segundo trimestre do ano. Os recursos foram destinados para áreas diversas como minério de ferro, pelotas e logística. Investimentos socioambientais somaram US$ 8,7 milhões no período. Os desembolsos na primeira metade do ano somaram US$ 681 milhões.
Data de publicação : sexta-feira, 31 de julho de 2015

 

    ©2010 Krassine Soares Pinheiro Filho   -   Administrador