Texto Completo


Oficina da OIT dá voz aos portuários do Brasil
Fonte : Andréa Margon

Os trabalhadores portuários brasileiros tiveram voz na Oficina do Grupo de Trabalho da Organização Internacional do Trabalho (OIT), nesta quarta-feira (22), em Brasília. Na foto, vemos Mário Teixeira, presidente a Fencoovib, palestrando para os presentes ao evento. Representando o Espírito Santo, José Adilson Pereira (*).

A Oficina contou com a presença de um perito de Genebra (Suíça) para fazer uma apresentação sobre a Convenção 137 e a Recomendação 145, da OIT, e para aprofundar a discussão das questões que estão em pauta no GT. Além desses pontos, a Lei 12,815/13 – Marco Regulatório do setor portuário – também está em pauta.

A reunião aconteceu no Ministério do Trabalho e Emprego, das 10h às 17h, em Brasília.

Dentre os pontos abordados, estão:
- As normas internacionais de trabalho portuário;
- Retrato do Setor Portuário no Brasil;
- As boas práticas no mundo.



- Debate: Pleitos da bancada laboral – garantia de renda mínima, garantia de engajamento mínimo, proporcionalidade, intercâmbio entre portos: retrato atual e propostas de alteração.

Neste último, os expositores foram pela bancada laboral, Mário Teixeira, presidente da FENCCOVIB; e pela bancada patronal, Wilen Manteli, diretor presidente da Associação Brasileira dos Terminais Portuários (ABTP).



(*) José Adilson Pereira é vice-presidente da Conttmaf, presidente da Intersindical da Orla Portuária ES e do Sindicato dos Estivadores ES e secretário adjunto de Relações Internacionais da CTB Nacional.



Fotos: José Adilson Pereira
Data de publicação : quinta-feira, 23 de julho de 2015

 

    ©2010 Krassine Soares Pinheiro Filho   -   Administrador