Texto Completo


Ministério libera R$ 20 milhões para o fundo de pensão dos portuários
Fonte : Portogente

O ministro-chefe da Secretaria de Portos, Edinho Araújo, autorizou, no dia 8 último, o envio de R$ 20 milhões para o Portus, o fundo de pensão dos trabalhadores das Companhias Docas. O dinheiro foi repassado para a Codesp, que ficará responsável pela destinação do recurso para o Portus ainda esta semana.

O ministro Edinho Araújo lembrou que a liberação do recurso para o fundo de pensão foi um dos itens do acordo salarial aprovado entre o governo e os sindicalistas no mês de junho. “Teremos um diálogo permanente com os trabalhadores das Companhias Docas e um dos assuntos que daremos uma atenção especial é o Portus”, afirmou o ministro que se reuniu recentemente com a interventora do fundo de pensão dos empregados, Maria Batista.

Sob intervenção desde agosto de 2011, o governo federal sancionou Lei de Crédito Suplementar, no valor de R$ 333 milhões, com o objetivo de equacionar a dívida admitida com o Fundo de Pensão Portus. De acordo com o ministro, a Secretaria de Portos definiu um cronograma de repasse de parcelas no valor de R$ 20 milhões para o fundo.

Portus

O Fundo de Pensão Portus é uma entidade criada em 1979. Ele foi implementado com o objetivo de complementar o benefício previdenciário dos trabalhadores, modelo similar aos fundos de pensão das empresas estatais.
Data de publicação : segunda-feira, 13 de julho de 2015

 

    ©2010 Krassine Soares Pinheiro Filho   -   Administrador