Texto Completo


Rio será beneficiado com o programa de logística do governo federal
Fonte : FNE

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, mostrou-se satisfeito com o Programa de Investimentos e Logística (PIL) do governo federal para o período 2015-2018, que inclui a concessão da Rodovia Rio-Santos, do Arco Metropolitano e a nova ferrovia Rio-Vitória.

Pezão disse que está muito satisfeito. “O programa é bastante abrangente, contemplando rodovias, ferrovias, portos e aeroportos. Esses investimentos vão posicionar o Rio de Janeiro numa plataforma de logística de competitividade internacional. Esses investimentos representam grande avanço para o desenvolvimento do país”, avaliou.

Na rodovia BR-116 (Rio-São Paulo) haverá investimentos da ordem de R$ 2,3 bilhões, pela concessionária CCR Nova Dutra, para a construção da nova descida da Serra das Araras, alças de acesso e passarelas no trecho da Baixada Fluminense.

O governador disse que a Serra das Araras tem um gargalo muito grande, e essa era uma reivindicação antiga dele, ao governo federal, para a construção de uma nova pista em direção ao Rio. “Há pelo menos seis anos venho lutando por essa obra, porque ela é estratégica, liga o Rio a São Paulo. Agora, a concessionária poderá ampliar investimentos. Essa obra envolve uma logística extraordinária”, segundo Pezão.

Outra obra que será executada no trecho fluminense, é na BR-101, na construção da terceira faixa no trecho Niterói-Manilha, com investimentos de R$ 1,2 bilhão, pela concessionária Autopista Fluminense, além da construção de uma variante para terminar os engarrafamentos no Trevo de Manilha e na entrada de Itaboraí, onde os motoristas perdem muito tempo, devido ao afunilamento da pista no trecho de Itaboraí. Haverá também a duplicação do contorno, em Campos dos Goytacazes, e na divisa com o Espírito Santo.

Outra obra de grande importância, anunciada hoje, em rodovias já concedidas, é a construção da nova pista de subida da rodovia BR-040 (Rio-Petrópolis). Os investimentos de R$ 1,1 bilhão, a cargo da concessionária Concer, inclui melhorias opercaionais no trecho da Baixada Fluminense.

O governo federal incluiu também a ferrovia EF-118 (Rio-Vitória) no Programa Nacional de Concessão de Ferrovias. Com 572 quilômetros de extensão e investimentos de R$ 7,8 bilhões, ligando os postos da região metropolitana do Rio (Sepetiba, Rio de Janeiro e Itaguaí) Macaé, Barra do Furado e Porto do Açu, no trecho fluminense, e os portos Central, Ubu e Tubarão, no Espírito Santo.

A primeira audiência pública para a construção da nova ferrovia será no dia 10 de julho próximo, no Rio de Janeiro, e depois serão marcadas novas audiências em Campos dos Goytacazes e Vitória.
Data de publicação : sexta-feira, 12 de junho de 2015

 

    ©2010 Krassine Soares Pinheiro Filho   -   Administrador