Texto Completo


Governo receberá lista de brazucas do HSBC
Fonte : Monitor Mercantil

CPI espera receber em abril relação dos 8,6 mil que mantêm US$ 7 bi na Suíça

A lista de correntistas brasileiros envolvidos no escândalo do SwissLeaks, suspeitos de crimes de sonegação e evasão fiscal, poderá ser entregue ainda este mês pela França ao governo brasileiro. Segundo o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, as informações serão repassadas de imediato aos integrantes da CPI do HSBC do Senado.

“É importante que a CPI receba todas as informações que recebermos para realizar os trabalhos de investigações naquilo que for necessário para esclarecimento de todos os fatos. O ministério poderá colocar policiais à disposição da CPI para ajudá-los”, disse Cardozo.

Segundo documentos vazados por um ex-funcionário do HSBC, cerca de 8,6 mil brasileiros têm ou tiveram contas na filial suíça da instituição, somando cerca de US$ 7 bilhões.

Segundo o ministro, o pedido de colaboração ao governo francês foi feito em março. “O embaixador francês nos disse que não haverá problemas para repassar essas informações. Ele apenas salientou que, para efeitos criminais, essa colaboração depende de autorização de um juiz de instrução francês. E que, portanto, haveria alguma delonga (demora). Mas que o governo francês se esforçará ao máximo para ajudar as autoridades brasileiras”, disse o ministro após a reunião com os senadores Paulo Rocha (PT-PA), Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Ricardo Ferraço (PMDB-ES), respectivamente presidente, vice-presidente e relator da CPI.

O ministro e os senadores se disseram confiantes em que a França fornecerá as informações ainda em abril, dentro do prazo de 180 dias previstos para a investigação da CPI. “A França já está colaborando com outros países, como Estados Unidos e Bélgica. Por que não colaboraria com o nosso país?”, disse Ferraço, relator da CPI.
Data de publicação : sexta-feira, 17 de abril de 2015

 

    ©2010 Krassine Soares Pinheiro Filho   -   Administrador