Texto Completo


Economistas já vêm recessão mais branda
Fonte : Monitor Mercantil

O Brasil pode viver uma recessão causada pela Operação Lava Jato mais branda em 2015 do que a projetada por economistas que tem calculado os impactos econômicos das investigações. Parte dos dados de um estudo que será apresentado na próxima segunda-feira em um seminário da Fundação Getulio Vargas (FGV) foram antecipados nesta quinta-feira durante um debate em teleconferência para discutir os efeitos econômicos e sociais da Lava Jato.

“O cenário mais provável é uma recessão (com queda) de menos de 0,5% do PIB (Produto Interno Bruto – soma de todos os bens e serviços produzidos no país)”, disse Gesner Oliveira, professor do Departamento de Planejamento e Análise Econômica Aplicados à Administração da Fundação Getulio Vargas (Eaesp/FGV).

Segundo os dados iniciais, os economistas do Eaesp/FGV projetaram que a queda de investimentos da Petrobras, estimada em 20%, associadas à retração no setor da construção de quase 10% provocarão perdas de produção equivalente a R$ 97 bilhões, o que representaria uma queda de 2% no PIB.
Data de publicação : segunda-feira, 6 de abril de 2015

 

    ©2010 Krassine Soares Pinheiro Filho   -   Administrador